Santo “bug” chato, Batman! (XBOX 360 e PS3)

janeiro 15, 2010

Pois é! Quer jogar LEGO Batman? É um jogo muito bom! Mas se prepare para a parte desagradável!

O jogo tem alguns “bugs” terríveis, do tipo que você precisa desistir do jogo e começar o estágio de novo!

Terminei o jogo no modo herói e a primeira fase no modo vilão, já encontrei dois bugs horrorosos:

-> na fase com o batmóvel:

se você voltar pra procurar mais peças (dinheiro) depois de os dois caminhos terem saído, quando retornar aos caminhões terá uma desagradável surpresa: eles estarão parados barrando o caminho e não sairão mais!!! 😦 Que bosta!!!!

-> na fase em que enfrenta o chapeleiro louco:

pelo que percebi é um problema parecido com o anterior, se ao entrar na fase, você voltar pela porta (que não está mais disponível para retorno) o inimigo não entra em cena e nem você volta. 😦 Bosta! Bosta! Bosta! E ainda aconteceu duas vezes!!!

Depois desse segundo bug, evitei tentar voltar quando chego ao vilão e não aconteceu mais.

O chato é que muitas vezes você não sabe se está preso porque não sabe o que fazer ou porque está em um “bug”! Minha dica é a seguinte: se não tiver ninguém na tela (só o Batman e o Robin), então você está em um “bug” e terá que reiniciar a fase perdendo todo o progresso atual!

Uma dica final:

O “tchan” dos jogos de LEGO não é terminar, é conseguir resolver os puzzles. É o que separa os homens dos meninos, literalmente.

Terminar o jogo uma vez é coisa que uma criança de 5 anos faz, desvendar todos os mistérios do jogo já é mais cacau!Então faça o seguinte (pra perder menos tempo):

Termine o jogo uma vez sem se preocupar em pegar nada, depois que tiver liberado todos os personagens principais, jogue de novo em “Free Play” e use as habilidades diferentes para tentar obter o resto dos itens. Por exemplo: sabe aquelas peças com um puxador? Elas só podem ser puxadas por um personagem com super-força, ou seja, não podem ser puxadas nem por Batman nem por Robin (Batman não tem super-força nem nos quadrinhos nem nos filmes, caso você não saiba 🙂 ). Acredito que a mesma dica vale para o LEGO Indiana Jones.

Divirta-se!

Anúncios

Mortal Kombat e as novas ideias de Shao Khan

janeiro 7, 2010

Este é um vídeo humorístico bem conhecido de Mortal Kombat.

Sobre o filme de Halo

janeiro 4, 2010

Enquanto a Microsoft diz que não haverá nenhum filme até eles terminarem os jogos (ou seja, até esgotarem o que puderem ganhar com o jogo), vamos dar uma sacada no trailer feito por fãs da série:

Uncharted 2 (exclusivo PS3)

dezembro 28, 2009

“O melhor dessa geração”! Até agora. Não quero alimentar as guerras entre consoles, até porque eu tenho um XBOX 360, mas joguei 40% do Uncharted 2 (exclusivo PS3) e realmente é um jogo surpreendente. Bom enredo, gráficos inacreditáveis… só temo que o jogo seja um pouco curto em relação ao que já estamos acostumados nessa geração (5h = 40%).

O sitema de combate é ótimo e as cenas de ação ficaram perfeitas (veja o vídeo), poucas cutscenes, a ação de verdade acontece com você no comando (Ei! esse não era o slogan dos Comandos em Ação? 🙂 ! O contrário de Metal Gear, que só joguei até o 2 por causa de uma cena péssima do 3, onde ele luta contra uns 8 soldados sozinho, no meio do jogo, do nada! Se eu quisesse assistir um filme não estaria jogando videogame! 😛

Em resumo, podería-se dizer que Uncharted 2 lembra:

– o filme de Indiana Jones (por ser um homem, pelo clima bem humorado de algumas cenas e pela interação constante com outros personagens);

– Tomb Raider (não joguem pedras, realmente parece);

– Shadow of the Colossus e Assassin’s Creed  (não tem nada a ver com SoTC, mas a movimentação do personagem quando está escalando, se balançando, pulando… é idêntica! E as vistas do jogo do alto das cidades, lembra muito o Assassin’s Creed.);

– TPS (como milhares de milhares de outros jogos dessa geração, mas um ótimo TPS, devo admitir);

– Metal Gear (nas partes onde é preciso ficar escondido pra pegar os inimigos de surpresa).

Uncharted 2 é:

GRÁFICOS: 10 (tanto são benfeitos, principalmente a iluminação, como os ambientes variam bastante de um “estágio” para o outro)

ORIGINALIDADE: 5/7 (5 se você considerar que nada é realmente novo e 7 se cosiderar a “releitura” que foi feita)

MÚSICA: 9 (só não é 10 porque não é marcante, você não fica com ela na cabeça depois como Super Mário, Halo, Metal Gear… mas é uma ótima trilha)

DIFICULDADE: 4 (é um jogo fácil, mas não é ruim por isso. Talvez perseguir os troféus do PS3  seja mais desafiante)

JOGABILIDADE/CÂMERA/AÇÃO: 10 (a câmera desse jogo é ótima e as cenas de ação são espetaculares!)

DIVERSÃO: 10

Recomendo: Alugar! (parece ser muito curto)

Final de Street Fighter III

dezembro 27, 2009

Já é um vídeo bem antigo, mas muita gente não viu.

O detalhe que faz toda a diferença é lembrar que, em SF III, só dá pra defender especiais colocando rapidamente pra frente na hora certa (e que isso é bem difícil de fazer)!

Quando alguém te chamar de viciado, você mostra isso!

Dead Space (ar e stasis)

dezembro 27, 2009

Pra quem não conhece Dead Space é um jogo no estilo Resident Evil. Se passa em uma nave espacial de mineração e você joga com um engenheiro (aê!) que usa ferramentas de mineração como armas. Os gráficos são excelentes e o clima de tensão é constante (chega a ser até bastante desconfortável em certos momentos).

O jogo é bem feito e para conseguir todos os “achievements” (xbox 360) ou “troféus” (PS3) é preciso zerar umas 4 vezes, sendo que só a primeira será realmente cansativa.

Algumas Dicas:

Buscando na internet você encontrará várias dicas sobre esse jogo (incluindo como conseguir os Achievements ou Troféus), mas as dicas que achei mais interessantes e mais difíceis de achar são as seguintes:

– Você pode encher o oxigênio a hora que quiser. Basta pausar o jogo e apertar XXYYY (no caso do XBOX 360).

– Você pode encher o “Stasis” a hora que quiser (uma mãozona nesse jogo, pena que eu já tinha zerado quando descobri): pause e aperte XYYXY (XBOX 360)

– A armadura militar (a armadura branca) só é adquirida após zerar a primeira vez. Ou seja, pra jogar com ela no nível “Impossible” (que também só aparece após zerar a primeira vez), você teria que terminar no “Impossible” usando a armadura comum primeiro. Mas existe um jeito de jogar de primeira no “Impossible” já com a armadura militar: zere a primeira vez no normal usando a armadura comum, jogue de novo no normal usando a armadura militar (aproveite e faça os “achievements”). Quando chegar a hora de gravar (no fim do jogo, depois de tudo), não grave e vá direto para “New game” e escolha “impossible”. Pronto! Se tiver dado certo, ele já aparece na primeira historinha usando a armadura branca. Dessa forma você joga no Impossible com uma armadura que reduz em 30% o dano.

Boa diversão!

Super Spy Hunter (NES)

dezembro 27, 2009

Simplesmente sensacional!!!

Este jogo do NES é a versão “Super” de um antigo jogo de fliperama chamado “Spy Hunter”, que é uma bela porcaria. Mas esse jogo é surpreendentemente bom. Até hoje eu ainda jogo! Basicamente você pilota um carro e deve atirar em helicópteros, outros carros, caminhões… Parece bem besta, né? Mas vale a pena.

Elementos inovadores (e divertidos) desse jogo:

– O carro sofre “upgrades” durante o jogo a medida que você pega itens, e fica cada vez mais poderoso (tiro maior, mais rápido, carro com mais energia, ferrinhos nos pneus para bater nos outros carros…)!

– Os chefes de fase são muito bem bolados! Exigem estratégia para serem derrotados.

– Super saltos, pista de gelo, areia movediça… são algumas das coisas que você vai encontrar.

– A música é um espetáculo! Às vezes dá vontade de jogar só pra ouvir!

Esse com certeza merecia uma  continuação nessa geração!!!

Street Fighter IV

dezembro 27, 2009

Dispensa apresentações. Então vamos falar das principais diferenças. E após mostraremos a maneira mais fácil de jogar com Akuma e Gouken!

Li em algum lugar que não me recordo agora que, em relação à linha do tempo, esse jogo se passa logo após o Street Fighter II. E se for pensar em termos de diferença de jogabilidade, quantidade de golpes… realmente o Street Fighter III é um jogo mais complexo que o IV. Por exemplo, no III é possível defender pressionando pra frente na hora certa (dá pra defender qualquer coisa sem receber dano), cada personagem tem 3 especiais (que é preciso escolher antes da luta começar), Ryu e Ken possuem alguns golpes extras… Já o IV ficou mais tradicional, mais parecido com o II mesmo.

Nesse, criaram o Focus Attack (bem difícil de usar de forma eficiente), que é um movimento que o personagem faz no qual pode levar um golpe sem cair (apesar de sofrer o dano e regenerar depois) e que pode ser interrompido a qualquer hora soltando os botões, o movimento finaliza com um ataque que atordoa e derruba automaticamente o oponente. Durante a queda pode-se aplicar o golpe que quiser (incluindo os combos especiais), mas é preciso ser rápido. Na imagem acima, vê-se Gouken usando o seu Focus Attack em Ryu.

Além disso, agora existem dois especiais principais que todos os personagem tem (ufa! nada de escolher dessa vez): O Super Combo, que fica disponível enchendo a barra azul, e o Ultra Combo, que fica disponível enchendo o círculo de “revenge” (levando porrada). O Ultra é o mais bonito e mata um pouco da vontade que o pessoal do desenvolvimento tinha de fazer o SF IV com jogabilidade em 3D (é 2D porque o povo quis assim! 😀 ).

Agora vem uma das coisas mais interessantes desse jogo, o surgimento de Gouken! Sabiam que ele não existia antes de começarem a especular isso? A história é a seguinte, uma famosa revista americana se aproveitando do fato de Akuma ser um personagem escondido inventou essa conversa de que se você fizesse tal e tal coisa no jogo (na versão de fliperama) surgiria o Gouken, que seria irmão de Akuma (ou Gouki, na versão japonesa). Todo mundo tentou feito doido e nada de surgir o tal do Gouken. Foi uma falha de interpretação, pois a intenção da revista não era propagar uma mentira, só fazer uma brincadeira. Depois começaram a dizer que Akuma havia matado Gouken. Eis que isso acabou virando uma lenda e a CAPCOM finalmente usou a ideia. No SF IV, Gouken “acorda”. Os bofetes espirituais (é isso aí, por que você acha que não dá pra ver?) de Akuma derrubam ele e o deixam em “coma” por vários anos (é o que ele diz em SF III) e aí ele finalmente acorda. Aliás, a famosa luta dele com Akuma aparece na abertura de SF III (se você prestar atenção vai ver que Akuma lasca Gouken).

Outra curiosidade, o Akuma no desenho tenta usar o golpe espiritual dele no Gen (Gen mesmo, não Ken) mas não funciona porque Gen está com a mente completamente vazia na hora do golpe. A mesma coisa acontece no encontro dele com Gouken numa das historinhas do SF III (Só na historinha, no jogo você apanha mesmo jogando com Gen ou Gouken, viu?). Minha única reclamação em relação a Gouken: CADÊ O DANADO DO SHORYUKEN DO CARA???!!! Pois é, ele só dá o Shoryuken como especial (O super combo é o antigo Shoryuken especial de ken e o Ultra combo é o Shin Shoryuken de Ryu no Street Fighter III) e a giratória dele (o Tatsumakisenpuukyaku. réee! É assim que se escreve) é pra cima! 😛 . Mas era pra ele fazer tudo, já que foi ele que ensinou Ryu e Ken, né? Vai ver que ele tá muito velhinho pra ficar dando Shoryuken direto. Pelo menos ele tem uma bola diagonal pra cima (como o Oro de SF III) 🙂

Dicas:

Bem, acho que o que interessa mais pra todo mundo é destravar o Akuma e o Gouken, então aqui vai como é feito:

Primeiro, coloque no “easiest” e escolha apenas um round (vá por mim, é um saco lutar contra Zangief ou usando Dhalsim). O processo todo vai demorar muito, usar um round só vai te ajudar a não perder tempo.

Para destravar Akuma:

Só dá pra destravar Akuma após destravar todos os outros personagens (menos Akuma, Gouken e Seth, que só podem ser destravados por último). Para destravar esses outros personagens (Cammy, Fei Long, Dan, Sakura, Rose, and Gen), basta zerar o jogo com o personagem certo. Por exemplo, para destravar Sakura, basta zerar com Ryu. Isso você encontra fácil na net, ou pode simplesmente zerar o jogo com todos os personagens que estiverem abertos, é legal ver o vídeos (foi assim que fiz).

Após isso, termine o jogo com qualquer personagem que já tenha usado pra zerar antes sem usar continue e dando pelo menos um perfect (considerando que você colocou um só round). Evite dar Super Combos ou Ultra Combos para evitar que Gouken apareça no final (não adianta nada porque não dá pra abrir ele antes de Akuma). Quando derrotar Seth, vai aparecer um risco na tela e aí vem Akuma, derrote ele e pronto, já poderá usá-lo.

Para destravar Gouken:

Zere com Akuma e assista um final. Jogue de novo com qualquer personagem que já tenha usado pra zerar o jogo, mas dessa vez siga as dicas abaixo para Gouken aparecer:

– não use “continues”; – não perca nenhum “round” (nesse caso, como você estará usando só um round, perder um round é usar um continue)

– faça “perfect” pelo menos uma vez (no caso de estar jogando com um só round, como sugeri)

– faça pelo menos 3 “ultra/super finishes”. Pode ser 1 ultra e 2 super, 3 ultra, 3 super ou 1 super e 2 ultra, ou seja, a soma tem que dar 3 (lembre-se que essa quantidade só vale para o caso de estar jogando só com um “round”)

– faça 5 primeiros ataques (tem que aparecer a frase “first attack” na tela). Muito fácil de conseguir. Ele vai aparecer depois de Seth, derrote-o e pronto, já poderá usá-lo.

Como dica final, eu sugiro usar Ryu. O Super dele é duas bolas em qualquer soco e o Ultra é duas bolas nos três socos (tem um botão que já é soco x3).

Grande Abraço!

Super Street Fighter IV vem aí!

dezembro 27, 2009

Pois é! Em 2010 sai o Super Street Fighter IV! Com 8 novos jogadores (entre novos novos, como uma tal de eJuri, e novos velhos, como T.Hawk e Dee Jay) e sistema de torneio (é mais ou menos o que aconteceu com o Super Street Fighter II em relação ao Street Fighter II, a velha guarda deve lembrar). Tomara que venha alguma personagem feminina nova que preste, porque a imitação de KOF que colocaram no SF IV é um lixo! Na declaração do correspondente da CAPCOM, só um blá blá blá pra justificar esse jogo não ser simplesmente uma atualização por download ao invés de um jogo novo. O correspondente também prometeu que o jogo será lançado com preço reduzido para XBOX 360 e PS3. Se não me engano disseram a mesma coisa de “Halo 3: ODST” e não teve nada de preço reduzido não, só jogo reduzido (se compararmos com o Halo 3 original).

Detalhe importante: os jogos não serão compatíveis. Deixa eu explicar melhor, se você tem o SF IV e quiser jogar online com alguém que tenha o SSF IV, não vai poder, sacou? São jogos “diferentes”! Apesar de serem iguais. 😛

Já era de se esperar que sairia um SF logo logo, mas eu imaginei que fosse o V! Será que vão começar com aquela onda de Zero, Turbo, Ex… de novo? Fizeram tanto isso que quase ninguém percebeu a existência do SF III. Se tivessem numerando tudo já estaria bem no 35! hauahuahuahuahuahua! Grande Abraço! PS: a “musga” desse vídeo não parece a do Batman de Tim Burton?

dezembro 27, 2009

Sejam bem-vindos.

Por favor, selecionem a opção desejada a direita. 🙂